É muito comum surgirem dúvidas quanto à forma mais eficaz de realizar serviços fundamentais para ampliar a vida útil de algum componente do veículo.

É preciso ter atenção redobrada quando se trata da mecânica do seu carro, entender o procedimento que será realizado é muito importante.

Alinhamento

O alinhamento é feito quando o motorista sente o veículo “puxando” para um dos lados e/ou sente dificuldades para manter o carro em linha reta. Quando ocorre desgaste irregular dos pneus, também pode significar desalinhamento.

Este é um serviço muito importante e é realizado através de uma medição, como o próprio nome já diz, para alinhar e ajustar o ângulo feitos pelas rodas do veículo em relação a piso e linha de centro, o que equilibra todas as forças no carro. (Gravidade, força).

Isso traz mais eficiência de rolamento e evita desgastes do carro, proporcionando mais estabilidade e segurança ao motorista.


Balanceamento

Este geralmente é realizado juntamente com o alinhamento. O balanceamento é feito em um conjunto, pneu e roda, não somente “pneus”. Há duas formas de executar este serviço, são os chamados balanceamento estático e dinâmico.

O estático pode ser realizado com o conjunto imóvel. Já o dinâmico precisa que o conjunto esteja em rotação para ajudar a corrigir os problemas que não foram corrigidos com o estático.

Ambos os sistemas medem as forças geradas por todo o conjunto em rotação. Ao conseguir o equilíbrio dinâmico, o estático se torna automático, não sendo necessário realizá-lo separadamente.

As duas formas de balanceamento evitam trepidações (vibrações, oscilações) no carro em velocidade superior a 60 km/h, distúrbios de direção, deterioração de pneus e comprometimento da frenagem.


Por mais que o motorista não sinta nada anormal no veículo, recomendamos que o alinhamento e o balanceamento sejam realizados juntos a cada dez mil quilômetros, no mínimo.

É necessário verificar também quando houver rodízio de pneus, quando forem consertados devido a furos ou cortes. Quando houver choque forte contra obstáculos ou buracos, o que causa empenamento, perda de contrapeso de balanceamento, ou até mesmo desgaste excessivo em um ponto isolado do pneu.

Pneus são itens de segurança importantes. Caso o problema não seja resolvido a tempo, há risco de redução de sua vida útil, o que acarretará em prejuízos e riscos para o condutor e passageiros.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe com quem você acha que precisa saber mais. E se precisar realizar algum destes serviços, conte conosco!